Luta por benefícios não é de agora!

A luta contra os impecílios não vem de agora. Já em 2010 na busca por melhorias salatiais enfrantamos ações excusas, clique e relembre.

Reunião com o "representante" para reivindicações - 2011

Em reunião com o "reprensentante" da categoria cobramos posiocionamento em relaçõa à algumas demandas pontuais em relaçõa à PMDF.

Primeira carreata da cobrança - maio de 2011

O RECADO FOI DADO, CARREATA DA COBRANÇA.

MAIS DE 10 MIL PMs E BOMBEIROS SE REÚNEM NA PRAÇA DO RELÓGIO

PARABÉNS AOS COLEGAS PELA DEMONSTRAÇÃO DE UNIÃO, PARTICIPAÇÃO E DISCIPLINA.

Várias reuniões em busca de melhorias para as categorias- 2012

Resultado da reunião com a bancada dos deputados federais e senadores do DF com o Movimento Unificado da PM e BM, ocorrida na Câmara dos Deputados.

Convocação para mobilização 2010

Sempre buscamos esclarecer e mostrar os melhores meios possíveis para o êxito das reividicações.

Maior assembleia PM e BM DF

PMs e Bombeiros Militares de Brasília realizam o maior movimento reivindicatório já registrado no DISTRITO FEDERAL.

21 de mar de 2016

PMs e BOMBEIROS DO DF, ENCHEM PLENÁRIO DA CÂMARA PARA BARRAREM VOTAÇÃO DO PL 3123|2015.

PMs e BOMBEIROS LOTAM AS GALERIAS DO PLENÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS NA TARDE DO DIA 21 DE MARÇO DE 2016, PARA BARRAREM VOTAÇÃO DO TEXTO ORIGINAL DO PL 3123|2015, PROPOSTO PELO SEU RELATOR DEPUTADO RICARDO BARROS.



Na tarde do dia 21 de Março de 2016, os policiais e Bombeiros do Distrito Federal encheram o Plenário da Câmara na tentativa de barrarem a votação do PL 3123|2015, no seu texto original, onde tiram direitos já adquiridos pelos policiais e bombeiros de Brasília quando aprovada a Lei 12086, como: Ajuda de custo, não exclui do cálculo para o teto a ajuda de custo paga na passagem para a reserva, só prevê esse direito para os Militares das Forças Armadas, Férias, limita a indenização de férias não gozadas, em apenas dois períodos de trinta dias, Licença Especial|Premio, limita indenização de licença especial|prêmio não gozadas, em apenas seis meses. Estas mudanças propostas no texto original da nova lei, tem tirado o sono dos nossos policiais e bombeiros que estão perto de completarem 30 anos de efetivo serviço prestado na Corporação e que veem seus direitos sendo cessados, caso a proposta do relator DEPUTADO RICARDO BARROS, passe na votação. Esta possibilidade tem provocado uma correria dos companheiros na busca de suas aposentadorias, onde muitos estão abrindo mão de receberem em pecúnia e estão preferindo contar as licenças especiais não gozadas em dobro para completarem o tempo de serviço e estão dando entrada em suas aposentadorias precocemente.
É sempre bom lembrar que os militares não possuem FGTS, portanto, não receber a integralidade da indenização dos benefícios que lhes foram impedidos de usufruírem ao longo da carreira, não é regaria, mas, sim Justiça.
Por esse motivo, as lideranças da PM E CBM se uniram e juntos lutam para que essa injustiça não venha acontecer. A votação não aconteceu, agora é nos mobilizarmos novamente para quando entrar na pauta lotarmos novamente o congresso nacional.

JUNTOS SOMOS FORTES
ST RICARDO PATO, GUARDA JÂNIO, CEL NEVITON, ST HERMETO E SGT JOSENIR.

PLENÁRIO 10 DA CÂMARA TOMADOS POR POLICIAIS E BOMBEIROS E PELAS LIDERANÇAS DAS DUAS CORPORAÇÕES.


JOSENIR, PATO, HERMETO E POLIGLOTA.
PATO, CEL. MARIA COSTA, JOSENIR, CAP CHACON, DANTE, MAJ. CRUZ.
PATO, JOSENIR, GERALDO E SAMUEL.

TODOS JUNTOS PELO MESMO OBJETIVO, O BEM COMUM DOS NOSSOS POLICIAIS E BOMBEIROS DE BRASÍLIA. 
JUNTOS SOMOS FORTES.

4 de jan de 2016

Não existe nada tão ruim que não possa ficar pior.

PRONTO SENHOR PARA CUMPRIR A MISSÃO.



Segundo informações a próxima área que poderá ter alguns dos seus serviços terceirizados é a segurança, já está sendo preparado um estudo para que a Central Integrada de Atendimento e Despacho – CIADE e órgãos administrativos das corporações como: protocolo, recepcionistas, telefonistas dos comandos, quarteis e batalhões, passem a ser desempenhados por empresas privadas retirando os militares da Policia Militar e Bombeiros do serviço administrativo, deslocando-os novamente para as ruas onde devem combater o crime e atender chamadas de emergência.
Iniciativa como esta de passarem algumas atribuições desempenhadas hoje pelos militares já foram feitas em governos passados, porém sem sucesso, devido à falta de experiência e capacitação dos funcionários civis, que não possuem os conhecimentos necessários para desempenhar as atividades dos militares que hoje se encontram no CIADE, levou os governos a criarem a Prestação de Tarefa por Tempo Certo (PTTC), onde militares aposentados voltam a ativa, recebendo uma gratificação para trabalharem nas áreas administrativas.
Segundo um militar da reserva do Corpo de Bombeiros “este tipo de terceirização só quem perde são os civis, pois o militar sabe como agir, enquanto o civil, apenas vai repassar a informação a unidade mais próxima, sem dar atenção nenhuma para o paciente ou vítima de crime”.
De acordo com o Sgt Lusimar Arruda o Jabá, Policial Militar da ativa, “um policial da reserva pode desempenhar o serviço com mais capacidade que qualquer civil pela experiência na área e pela sensibilidade na hora de filtrar as ocorrências para seu encaminhamento com sucesso. Um civil não conhece a parcialidade do serviço além das dificuldades de informar endereços aos policiais durante as ocorrências. As experiências passadas mostraram essas deficiências e retornar a elas é um retrocesso para a Segurança pública”.
Atualmente alguns militares reformados desempenham trabalhos nos comandos centrais da Policia Militar e Corpo de Bombeiros Militar, devido as PTTC parceria  que tem gerado economia ao estado e bom atendimento à população, atualmente cerca de 500 militares que estavam na reserva voltaram a ativa, devido a gratificação que recebem de 25% do valor de seus salários.
A possibilidade de os serviços passarem para a iniciativa privada, já está causando um mau estar dentro das corporações, que temem pela piora do atendimento, nas dificuldades que terão com a falta de preparo dos novos atendentes, além do possível vazamento de informações sigilosas como denúncias anônimas e áudios de atendimentos.


OS POLICIAIS militares do Distrito Federal podem se preparar. A partir de 4 de janeiro (segunda-feira), o Hospital Santa Helena, na Asa Norte, não vai mais atender pelo convênio da PMDF. Agora, somente o Maria Auxiliadora, no Gama, continuará atendendo os PMs.
O motivo é simples: o hospital mudou de dono. Desde o dia 1º de janeiro o Santa Helena pertence à Rede D’Or, o mesmo que administra o Santa Luzia e Hospital do Coração. Então por isso o Santa Helena vai interromper atendimento aos PMs, pois o contrato é com o Grupo Santa e não com a Rede Dor.
BLOG  BRASÍLIA ALERTA


BLOG DO CAFEZINHO



O salário mínimo em 2015 passou a ser de 788,00 o que obrigou o GDF a complementar os Soldos dos Soldados, pois a legislação não permite que estes soldos sejam inferiores ao valores definidos para o salário mínimo. A novidade em 2016 é que com a nova fixação do salário mínimo em R$ 880,00, não só os Soldados receberão complemento de renda, como também os Cabos passarão a receber este complemento. Isso retrata a situação precária em que os salários base das Praças vem sendo submetidos ao longo dos anos, o que vem causando enormes prejuízos financeiros a categoria, pois as demais gratificações são baseadas nestes soldos que não vem sendo reajustados. Ressalta-se que os Cabos da PMDF possuem média de 15 anos de carreira, diferente dos Cabos dos Bombeiros que possuem média de 5 anos de carreira. É urgente a necessidade na implementação de um reajuste geral nos soldos das Praças, bem com a definição de um Plano de carreira, para corrigir essas distorções, que naturalmente afetam a motivação destes profissionais de segurança.

 Vejam:


SALÁRIO MÍNIMO A PARTIR DE 01/01/2016
SOLDO ATUAL
LEI 10.486/02
DIFERENÇA A SER PAGA COMO
COMPLEMENTAÇÃO DO SOLDO

CABO
R$ 880,00
R$ 801,95
R$ 78,05
SD 1ª CLASSE
R$ 880,00
R$ 706,10
**R$ 92,00


**SOLDADOS DE  PRIMEIRA CLASSE JÁ RECEBIAM DESDE MARÇO DE 2015 R$ 81,90 DE COMPLEMENTAÇÃO REFERENTES AOS SALÁRIO MÍNIMO DE R$ 788,00
bog. do Halk.


1 de jan de 2016

Bom dia, neste ano que se inicia temos a esperança de que nossos desejos e sonhos serão realizados, isso e o que nos mantém vivos, o homem que não não tem futuro.

On Line - 2ª, 3ª e 5ª às 21:00 h